InternetSul participa do 1º EPIMS – Encontro dos Provedores de Internet de Mato Grosso do Sul
2 de outubro de 2019
Participação da InternetSul no 1º Encontro dos Provedores de Internet de Mato Grosso do Sul fortalece parcerias e o setor
4 de outubro de 2019

A InternetSul desembarcou na capital do país, mais uma vez, para realizar uma reunião com o ministro Walton Alencar Rodrigues, do Tribunal de Contas da União (TCU). O objetivo foi tratar de pontos controversos sobre o PLC 79 em relação ao segmento de Internet.

Na reunião, o presidente da InternetSul, Magnum Folleto, representou não apenas a entidade, mas também a União Nacional dos Provedores.

O PLC 79 foi criado para atualizar a lei das Telecomunicações brasileiras, que tem mais de 20 anos e previa um retorno do legado das estatais para o governo. Porém, a nova lei cede todos os bens reversíveis para as grandes operadoras, o que tornará desleal a competição com os provedores regionais (ISPs), podendo, inclusive, acabar com este mercado, que seria absorvido pelas grandes organizações de telecom por meio de fusões e aquisições.

A proposta dos ISPs é que estes bens sejam revertidos em financiamentos na infraestrutura de banda larga, o que favoreceria todo o mercado, e não apenas as grandes corporações do setor.

Hoje, os ISPs são responsáveis por 27% das conexões brasileiras, principalmente em regiões mais afastadas dos centros urbanos, e tal mercado está em constante expansão. Caso o PLC 79 seja aprovado no formato atual, este crescimento será altamente prejudicado e, por consequência, a população atendida também o será – já que muitas regiões não têm atratividade financeira às Telcos.

“Trata-se de uma situação totalmente nova, desde a privatização em 1998, precisamos estar atentos aos movimentos, uma vez que, isso impacta diretamente no mercado de banda larga”, explica Folleto.

Após o avanço da aprovação é preciso avaliar os resultados e desta forma, entender a necessidade de intervenção. Enquanto isso é importante que a classe se organize para que uma petição possa mobilizar o poder público, em uma importante manifestação do setor de forma unida e coesa, já que os ISPs temem a competição das grandes teles nas cidades onde atuam.

X